Segunda-feira, Março 25

Giorgio Moroder “Faço boa música para clubs porque não os frequento!”

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Numa entrevista ao jornal Inglês The Guardian, Giorgio Moroder, debateu o seu impacto na música electrónica a propósito da sua tournée “A Celebration of the 80s”, que não tem ainda data em Portugal.

Do alto dos seus 79 anos de vida, Giorgio Moroder foi o responsável por alguns dos clássicos do disco sound e da electrónica, como é o caso do álbum “Love To Love You Baby” de Donna Summer, editado em 1975. Apesar destes feitos, Moroder demonstra um desdém inusitado pela designação “Padrinho da Dance Music”: “Não gosto de ser chamado de padrinho do disco ou da música electrónica”, explica ele. “É melhor do que ser chamado de avô, mas ainda assim não gosto.”

Como se esta tirada não fosse suficientemente surpreendente, Giorgio considera também que o seu clássico de 1977, “I Feel Love” de Donna Summer não é um tema para a pista. “Não podes dançar o ‘I Feel Love’, não é muito bom para dançar.” No entanto considera que “Call Me”, dos Blondie, e “Hot Stuff” de Donna Summer já são temas de pista. Giorgio acrescenta ainda “Eu nem gosto de dançar, mas a minha mulher gosta muito e dança bem. Talvez seja por isso que faço boa música para clubs, porque não os frequento!”

Declarações surpreendentes de um dos pioneiros da electrónica! Podem ver a agenda completa da tour “Celebration Of The 80s” aqui. Resta-nos esperar que haja, pelo menos, uma data em Portugal anunciada em breve!

 

Comments

comments

Share.