Sexta-feira, Novembro 24

DJ Vibe – 35 anos a virar discos!

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

DJ Vibe – 35vs50 @ Armazém 16, Lisboa – 4.11.2017

A expectativa para a noite de 4 de Novembro era muito grande, confessada pelo próprio DJ Vibe em várias entrevistas e através das suas publicações nas redes sociais.

E não era para menos… celebrar 35 anos de carreira em 6 horas de música, ser o artista único do cartaz, juntar conhecidos, amigos e fãs num grande espaço (e fora de um club) não parecia tarefa fácil. Mas pode-se afirmar que foi sem dúvida muito bem sucedido.
Uma autêntica mistura de passado – os porteiros eram os do Alcântara-Mar! – , presente e futuro.

Em termos de música, Vibe começou por fazer o seu próprio warm up por volta da meia noite onde até entrou “Kiss” de Prince. Progressivamente foi aumentado a tensão mas nunca se afastando muito da linha house pela qual ficou mais conhecido. Sinceramente queríamos um bocadinho de sons mais fortes “à lá kremlin 92/94” mas também se percebe que não cabe tudo em 6h de música. Entre sonoridades mais vocais e outras mais deep, muitas memórias iam sendo despertadas ao som de clássicos como The Bucketheads “The Bomb”, Todd Terry “Keep On Jumpin’” ou Harry Choo Choo Romero feat. Robert Owens “I Go Back” com performance ao vivo do próprio Robert Owens – uma verdadeira cereja no topo do bolo!
A fechar a noite, o hino Underground Sound Of Lisbon “So Get Up” que produziu com Rui da Silva.
Vejam aqui o video desse momentocaptado por Pete Tha Zouk.

Uma coisa é certa, Vibe é sem dúvida um nome consensual entre fãs e os seus pares de profissão como uma referência na música de dança nacional, e esta noite foi mais uma prova disso mesmo. No mesmo espaço juntou donos de casas, rp’s, DJs, pessoas da rádio/tv/moda e claro, muitos seguidores anónimos. Todos aglutinados num espaço com boas condições (logística/som/luz) e que mostrou bem a força que DJ Vibe tem no país.
Como alguém dizia… “por isso é que o Cais do Sodré estava vazio… está tudo aqui!”

 

Texto: Nuno Rodrigues
Foto: Jorge Teixeira

Comments

comments

Share.